• Telesom

Alimentação Saudável e Saúde Auditiva

Atualizado: 29 de Abr de 2019


No post anterior falei sobre como é importante uma boa alimentação para a integridade da saúde auditiva, [ Se você não leu pode acessar o link aqui ] e selecionei algumas dietas benéficas para o nosso sistema auditivo.


Para fechar o assunto sobre "Alimentação e Saúde Auditiva" apurei alguns alimentos que fazem toda a diferença para a saúde dos nossos ouvidos.


Frutas: Seus pigmentos, como carotenóide do mamão e da laranja, são protetores da orelha.



Peixes: eles possuem gorduras benéficas como o omega-3 , reconhecida como atividade anti inflamatória.



Oleagianosas: Além das gorduras vantajosas, carregam o zinco, mineral que é ótimo pra o sistema nervoso e logo para a audição.



Folhas Verdes-Escuras: O ácido fólico presente nelas é um dos compostos mais estudados por seus préstimos ao ouvido.



Água: O sistema que recebe os sons externos é banhado por um líquido que depende da água para se manter atuante.


Sabemos que em uma dieta comum, o sal e o açúcar em excesso são os vilões da dieta. O mesmo podemos dizer para a saúde dos nossos ouvidos. O líquido que envolve as células ciliadas tem uma concentração adequada de sódio e potássio, mas pode se desequilibrar quando os níveis de açúcar dispararam.


Tanto a glicose como a insulina produzida para dar conta dela agem como uma bomba metabólica, como se elas passassem a trabalhar mais rápido, o que pode provocar a quebra dessas estruturas. E esse é o grande problema, uma vez que as células ciliadas são quebradas, o abalo é irreversível. Assim podemos explicar a perda auditiva em indivíduos com diabetes tipo 2.


O sal é outro, ele em excesso altera a fluidez do sistema auditivo, as células vão deixando de funcionar até que o silêncio se estabeleça.


Vale lembrar também da gordura e do álcool. A gordura em excesso pode, aos poucos, obstruir os pequenos e sensíveis vasos sanguíneos que abastecem o sistema auditivo. E o álcool eleva a pressão interna, como consequência as células sensoriais sofrem prejuízos.


Uma pesquisa assinada pela Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos, revelou que uma alimentação pobre em nutrientes durante a infância está associada a uma probabilidade duas vezes maior de perda auditiva na juventude. Crianças com déficit nutricional estão mais propensas a apresentar infecções recorrentes no ouvido. A desnutrição ainda pode afetar o desenvolvimento da porção do sistema nervoso que se ocupa da audição. Até a dieta da mãe no período gestacional se faz importante o cuidado para garantir uma boa integridade do sistema auditivo do bebê.


Frente às projeções de uma população cada vez mais longeva, é extremamente importante esses cuidados. Agora, se os danos já apareceram, nenhum nutriente ou remédio são capazes de revertê-los. Não podemos esperar os danos aparecerem. A prevenção segue sendo o mais importante.


Fga Manoella Chaves

Diretora do Grupo Telesom



2 visualizações

Telesom Curitiba

Rua Marechal Deodoro 352 - Centro 

Horário de Funcionamento: Seg à Sex 09:00hrs às 18:00hrs. Sáb 09:00hrs às 13:00hrs

Pontos de Atendimento Paraná

Litoral; União da Vitória; Morretes; Lapa; Paranaguá

41.3322-9797

41.99597-1283

Telesom Blumenau

Rua 07 de Setembro 1108- Centro

Horário de Funcionamento: Seg à Sex 09:00hrs às 18:00hrs. Sáb 09:00hrs às 13:00hrs

Pontos de Atendimento Santa Catarina - Brusque; Canoinhas; Capinzal; Itaiópoles; Rio Negrinho

47.3322-9000

47.99672-9052

Fique por dentro das novidades em nossas redes sociais

  • Instagram
  • Facebook